contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

AVC ( A V o C ê)




Ao meu irmão


E você amanheceu diferente.
Com a fala embolada
e a mão dormente.

Com a graça calada
e os passos mais lentos.
Mais emotivo!

Talvez você tenha que aprender tudo de novo.
Talvez tenha que ensinar-nos o que há de novo.
E mais uma vez vamos ouvi-lo...
Mesmo que em gestos.

Que importa que palavras sejam trocadas
e algumas esquecidas?
O importante é a sua vida,
aqui, entre nós!

8 comentários:

Álvaro Lins disse...

Excelente poema sobre o Acidente Vascular Cerebral!
Bjo

hesseherre disse...

Hoje os recursos para tratamento do AVC não fulminante como aconteceu com o jornalista e escritor Daniel Piza, 41, são bem maiores...
Estimo que ele tenha uma recuperação pelo menos acentuada.
Bjos

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

Não existe ano novo
se não houver sonhos novos.
Desejo que neste novo ano,
cada dia de vida da sua história,
seja vivido de modo calmo e pleno,
e que possas viver
o mais intenso caso de amor
com a sua vida,
e com os que fazem parte da sua vida.

Aluísio Cavalcante Jr.

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentos

Melanie Brown disse...

Nem me fale em AVC... Força transformada em poema, que Dom héim menina?! Sortuda?! Talentosa!!!! Saudades de voce, do tamanho de 2012! E ti deixo um abraço maior ainda!!!!!!!!

AMOVOCE.

Fátima disse...

MElainina!!!! Obrigada!!!
Força transformada em poema...???
Não... DOR transformada em poema.
Um bj minha querida.
Saudades!
Desculpe a minha ausência.
Ando ausente, falhando com todos vcs.
Perdoem-me!
Com carinho
Fátima

Anônimo disse...

Tia querida!
A dor é da nossa família inteira! Família unida, de gente de bem, de princípios valiosos, que não me canso de admirar! Não sabemos o motivo disso tudo, mas tenho certeza que um dia vamos conseguir entender e extrair algum ensinamento. O sofrimento do meu pai me angustia, entristece e me faz pensar no real sentido dessa nossa vida corrida e cansativa.... o meu desejo para 2012 é um só: ouvir dele um discurso bem alto e os aplausos que ele sempre recebeu! É meu heroi, meu amigo, minha alegria que agora silencia! Beijo,
Ana.

Fátima disse...

Ana... chorei com o seu comentário.
Um bj
Tia Fátima