contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

sexta-feira, 30 de março de 2012

Descanso apenas


E morremos todos...
em uma morte silenciosa.
Uma Rosa?
Uma rosa em uma lápide fria.

A tumba vazia,
tão vazia quanto os sentimentos.
Nem mais uma palavra
nem mais um poema.

Falta de tema,
talvez,
talvez cansaço!

E a morte ocorre,
mas ninguém morre...
Descansa!

8 comentários:

Fátima disse...

Meus queridos amigos

Ando tão ausente...
Escrevendo pouco.
E, quando escrevo,
tão simplesmente.
Morri?
Às vêzes, assim,
se sente.
Mas eu descanso apenas.
... ... .... ...
... .... ....
... ...
...


Com carinho
uma flor
rosa
de
Fátima

Sonhadora disse...

Minha querida

Um poema nostálgicamente BELO, adorei e deixo um beijinho com carinho.

Sonhadora

hesseherre disse...

Fátima, vai descansar num colchão ORTOBOM ouro, escancara as janelas do teu coração, está cheio da poeira das horas pessimistas...rega as plantas, escova os cachorros de duas e quatro patas que teu mal é inércia....Põe um disco do Elvis Presley no micro-ondas, come um bacalhau cru, toma Sonrisal depois de escovar os dentes, cobre-te com uma colcha de estrelas e ronca furiosamente. Acordarás com a disposição do Supremo em julgar o mensalão.Fui.

Fátima disse...

Eu rio...
Rio porque eu não tomo remédios.
Nem Sonrisal...
Nem sei a composição.
Se cada COMPRIMIDO possui, realmente,
4 GRAMAS.
Na minha cama
já tenho um colchão.
Deve ser Ortobom...
Sabe que nem sei?
As janelas de meu coração
eu já escancarei.
E não tem só, das horas pessimistas, poeira...
Tem brincadeira, flores,
poesia e o meu contente.
Inércia?
Falta de ação,
de atividade,
inação?
Já caminhei e lavei meu cão.
Que, por sinal, tem quatro patas.
O seu é diferente?
Elvis Presley no microondas?
Vou estragar o CD...
Quanto ao bacalhau CRU...
NADA DE RIMAS!
Sou apenas uma velha menina
coberta com uma colcha de estrelas,
que para vê-las não rosna nem ronca...
Bronca do mensalão?
Acordar com a disposição do Supremo?
Em certos terrenos, meu amigo,
bom pisar com cuidado...
Evitar campos minados.
.......
.......
.......

Com carinho,
sempre com o meu carinho,
uma flor
rosa
de
Fátima

Nilson Barcelli disse...

Não morreste. Nem morres enquanto habitares o pensamento e o coração dos outros. Por isso, estás mais viva do que nunca.
E fizeste um belo poema, mesmo sendo acerca da morte...
Fátima, querida amiga, tem uma boa Páscoa.
Beijos.

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

As vezes estamos assim.

Mas o dia só é belo,
quando conhecemos a noite.

O som só é precioso,
quando conhecemos o silêncio.

Viver é isso.
Provar da tristeza,
para entender a alegria.


Que haja sempre perfume
de sonhos em tua vida.

Nilson Barcelli disse...

Fátima, querida amiga, passei para te desejar uma boa semana.
Beijos.

Nilson Barcelli disse...

Reli o teu belo poema e ainda gostei mais.
Beijos, querida amiga.