contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

domingo, 22 de março de 2009

Agridoce


Sim!
Eu sou agridoce.
Ao mesmo tempo grossa
e, doce!
Sou a peste, sou agreste...
Sou rude!

Tenho pele macia.
Pés cascudos!
Ásperos, de tanto levá-los ao chão.
Quero o solo sentir.
Sou impetuosa, malcriada...
Não sei mentir!

Sou agridoce!
Mais agri que doce?
Não sei...

Sou o fogo na lenha.
Sou a brenha.
Em palavras sou confusão.
Se arremesso o pé, eu dou a mão.
Sou coração.
Sou doce!

E, agri, sou difícil de amansar.
O tempo passou e, com essa idade...
Eu procuro, nas pessoas, a verdade.
A simplicidade do ser!
E, por assim ser e querer... Assusto!
Sou agridoce!
Mais agri que doce.

Só Deus salvador para me arrancar dessa brenha.
Sou o fogo na lenha.
Sou a tristeza e a graça.
Sou a fumaça que passa!
Eu sou tudo.
E sou nada!

6 comentários:

Anônimo disse...

Prometo!!!!!! Pode confiar em mim.... mas isso ainda vai levar longos anos! E na hora não me esquecerei de pedir a "Santa Terezinha" por vc!!!!!!! Lembra?
Beijos! E piscadelas pra vc tb!!!!

Fátima disse...

Ana, esse poeminha é para colocar em meu " Santinho ". Você providencia isso para mim, promete?
Obrigada!
Uma piscadela para você.
Desvairadadidi

Fátima disse...

Inverti os comentários. Rs,Rs. Só para complicar! E a Santa Terezinha da vovó Rosa continua em ação, com certeza!

Anônimo disse...

Que inédito vc se atrapalhando para fazer as coisas, fofinha!!!! Isso quase nunca acontece!
Bjs, Ana.

sergio rebouças disse...

Agridoce...taí, gostei...
Quando rapazola eu às vezes fumava um cigarro que era marron e forte, mas ao mesmo tempo sentia-se o adocicado do papel.
A diferença entre estes cigarros e v. Fátima, é que nunca o Ministério da Saúde avisou a ninguém que o uso dos teus versos causassem males...Beijocas

Fátima disse...

Claro, o Ministério da saúde não perde tempo com tolices, nem sabe da minha existência, se soubesse, seria assim: O ministério da saúde diverte e não adverte!
Bom dia a todos que visitam a Maraláxia e fluem com as minhas loucuras.