contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

O Plátano e a rosa

E, ainda, há quem diga:
Não espere nada da vida.
E ela é tão maravilhosa...
E esta rosa viveu dias intensos.
Em um sonho imenso mergulhada.
Nem o vento, deixou a rosa desfolhada.

Outono...
E as folhas dos plátanos,
deitaram ao chão, em passarela.
E sobre ela, desfilou a rosa.

Cheia de prosa,
no esplendor da natureza,
que com tal leveza,
as folhas, os plátanos desprendiam.

Multicolorido outono....
Despem-se assim, a cada ano.
Poupam para o inverno, a energia.
Desfolham e nem se desesperam:
Despencam!
...em harmonia.

Até...
chegar nova estação,
outro verão...
nova alegria.

5 comentários:

Anônimo disse...

Bonitas as suas palavras

Anônimo disse...

Lindo seu comentário! Muitas saudades do nosso passeio ao sul. Beijos.........

Anônimo disse...

Oi!!!!! Aprendi a responder Ah........Você foi á Paris???

Gataláxia disse...

Bonitos são os plátanos e bonita é a vida.
Sim, eu fui por aí, andei por lugares nunca andados.
Amei e amei.
Viajei... pareceu-me um sonho.
Também saudades.
Com carinho.
Fátimaplatanada.

Anônimo disse...

Didi, que lindo! Queria tanto ter ido com vcs... mas estive lá com vcs em pensamento, de coração.
Mil beijos, Ana.