contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Pesadelo

E no quarto escuro a criança sentia medo.
Medo da noite que se aproximava.
Como se monstros aparecessem
o grito ela sufocava.

E quando sonhava...
Era a sala, o mesmo morto...
O mesmo homem!
Não lembrava o nome, mas era familiar.

A noite vinha com o silêncio tumular
E trazia com ela o medo.
No túmulo o segredo, a sala, o morto...
E nesse horto um homem!

No fechado sepulcro um nome.
No luto guardado...Culpados!
Como se, da morte, a criança tivesse participado.

E vinha a noite...
E trazia com ela o medo.
Do segredo da morte.

3 comentários:

Anônimo disse...

É tia, vc já tinha me contado sobre isso. Credo.... dá medo só de imaginar! Ainda bem que passou, né?
Saudades de todos vcs.
Beijos,
Ana.

Ser em construção disse...

Adorei seu espaço ...
parabéns pela leveza e talento.
beijo

Fátima disse...

Obrigada!
Leveza, talento...
Alegria ou tormento?
Vale este espaço por estes momentos.
Agradeço todas as pessoas que visitam a Maraláxia.
Obrigada.
Com carinho da Fátima