contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

domingo, 3 de agosto de 2008

Ser descomunal

Qualquer coisa que venha de você
Uma crítica ou sugestão
Gera em mim, inspiração.

Quem é você, cadê você?
Que longe de mim habita e faz-me em ti orbitar?
Quem é você, que brota em mim o dom de poetar?

Onde está você, foi para onde?
Descrevo órbitas em torno de você e, de mim, se esconde?
Não pertence ao meu espaço físico.
É o meu lado espiritual.

Não posso tocá-lo ou senti-lo.
Você é mistério astral.
É o meu lado ilusório.
É meu ser descomunal.

5 comentários:

karis disse...

Fáá!!
Ameii esse seu poema!!Lindo! :)

Bjoo!
Karis

Gataláxia disse...

Obrigada kaká.Que bom que tenha gostado!Com carinho- Bjs meus

Anônimo disse...

Tb gostei. É em homenagem a alguma estrela? O sol, quem sabe ?
Maria das Graças

Anônimo disse...

10 comunal!!!

Anônimo disse...

10 comunal!!!