contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Final da travessia

Navega nesse seu final...
Singra trechos vazios.
Mesmo assim contorna esses lapsos
como curvas graciosas.
Confunde a Linda com a Rosa
e fala do passado.
Tenta manejar o leme
com seu cérebro
e troncos minguados.
E ao seu lado me sinto bem e me entrego.
Nosso tempo se estreita...
e com a senhora eu navego...
Navego...
Navego...

14 comentários:

M. disse...

Navegar é preciso. E precioso:)

Rui Pires disse...

Belo enquadre do texto para a foto. Gostei da força das palavras.

Mariazita disse...

Fátima, amiga
Quando se chega ao final da travessia é bom ter alguém por perto que nos ame e se deixe amar.

Uma semana feliz.
Beijinhos e uma rosa perfumada.

Sueli Gallacci disse...

Fatima!

Amei esse poema!
Tão singelo que fala de um lugar
que todos nós
teremos de estar um dia.
Que seja sereno
E em boa companhia.

Um gde bjo.

hesseherre disse...

Fá, MARIAZITA está prenhe. De razão no que diz....todos temos o receio de envelhecer longe dos seus, embora às vezes os parentes em redor não valham um reis de mel coado...neste caso que venha o asilo!

Fátima disse...

Meu querido amigo...
já ouviu falar da boa semente, do plantio e da colheita?
Pois bem, ELAS Plantararam!
E, bendito, somos nós... o fruto!
Meu DEUS!!! como são amadas...
...............................................................................................................................................................................
Com carinho
rosa
de
Fátima

Catia Bosso disse...

Doce navegar!!!

bjs]

CAtia

Poeta Insano disse...

Olá Fátima!

Linda sua poesia, e bem direcionada.
Nada melhor do que chegar à beira dessa travessia guiada por mãos amigas. Mesmo que essa travessia por vezes não nos permita seguir junto,
mas ter chegado até ela é um sinal de caminho cumprido.

Um abraço!

Roy disse...

Navegar e' preciso, e eu ando navegando tambem :-)

Ei, querida, venha la pra casa, tem uma entrevista fresquinha, adoraria sua opiniao e presenca.

Um humorista supimpa la de BH!
bjx

Roy

LUCIENE RROQUES disse...

fátima tenho 34 agora. agradecida pelas tuas palavras. Lindo texto aqui, ficou singelo, leve, belo.
Um abraço!

Anônimo disse...

Triste né tia? Mas queira Deus que o final da travessia seja leve, e com todos que ela ama por perto!
Beijos e bom fim de semana.
A Lalá tá em êxtase porque a Carô vai chegar. Tadinha da minha prima.... vai levar uma canseira!
Beijos....
Ana.

Fátima disse...

Pois é, Ana, estávamos falando aqui da afinidade da Lalá com a Carolina.
A Carolina adora ela tb.
E vamos torcer para que o resultado do exame seja satisfatório.
Há de ser!
Com carinho
Bjsssssssssssssss...

Nilson Barcelli disse...

Presumo que o poema seja ddicado a alguém da tua família, a julgar pelas palavras e pela foto. Talvez à tua mãe... à tua avó...
Em qualquer caso o poema é lindo e revela um amor enorme pela "senhora" em causa.
Gostei muito.
Querida amiga Rosa de Fátima, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Jorge Pimenta disse...

querida amiga,
é incrível a forma como deslizas pelas curvas da idade com um lirismo verdadeiramente enternecedor.
e navego... e navego... e navego...
um beijo com saudades tuas!