contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

domingo, 19 de junho de 2011

Tereza


E foi mais ou menos assim,
em uma praia,
que ele conheceu Tereza.
Uma portuguesa
de lábios carnudos
e pele aveludada.
Possuía músculos definidos
e quando usava vestidos
deixava a mostra o peito.
Não tinha defeito Tereza!
Sua beleza dava a ela um olhar seguro
e naquele olhar escuro ele navegava.
Atravessava-a à toda pressa,
atravessou pântanos...
florestas...
e bancos de areia.
Passou por sereias
e deixou que, sozinhas, cantassem.
Ficou com Tereza!
Ela o hipnotizara...
Como uma cobra hipnotiza um pássaro.
E ele perdeu as asas em seus braços.
Mas Tereza era da praia...
Não era de ninguém...

8 comentários:

hesseherre disse...

A esta letra eu acrescentaria "SAPPORE DI MARE, SAPPORE DI SALE" do Pepino di Capri, música que encantou minha adolescência...
Em todo caso nota 8,74...
Y adelante!

Fátima disse...

Nota para a música ou para mim?
Nota dez para vc!
" Olha que coisa mais linda mais cheia de graça..."
Obrigada, Dr Sérgio!
Sempre com muito carinho
Uma flor
rosa
de
Fátima

C. disse...

As Terezas nao se prendem no chao, amiga, só nos ares, e olha lá!

Mais um belo poema!

Nao fique morocoxozinha, amiga, você escreve lindamente e a segunda é apenas uma segunda.

Fátima disse...

É verdade, depois da segunda vem a terça... quarta... e rapidinho chega o final de semana novamente... e,assim, a casa fica cheia outra vez.
Um bj, minha querida.
rosa
de
Fátima

Roy disse...

Eu quero Tereza, pergunta a beleza se ela quer mim?

Beijos

Roy

hesseherre disse...

Apenas uma reforma neste título....a imagem mostra-nos em primeirissimo plano as pedras do ARPOADOR donde esta vista linda pertence a prais de Ipanema, que eu frequentei muito e vem antes da do Leblon...
Beijos carismáticos e atoucinhados

Álvaro Lins disse...

Tereza!:)
Sem comentários!
Bjo

Poeta Insano disse...

Olá Fátima!

Bela poesia!
Uma sincronia de beleza entre a música, suas palavras e as garotas do vídeo.

Um abraço!