contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

sábado, 9 de julho de 2011

Escalada a dois

Quando ele sai
ela sai pela estrada.
Vai para uma enorme casa,
de afeto pintada.
As janelas descortinam
um imenso jardim.
De flores lindas, tão coloridas...
E ela pensa na escalada da vida
a dois
Escalaram tanto...
e depois...
ficaram lado a lado, simplesmente.
E da faixa andada, tão sonhada,
ensolarada e quente
rastros tristes... ausentes!
Ele buscou como um louco.
Na escalada de degraus,
culpando, ele buscou o topo.
Nunca, para ele, encontrado.
De onde estava olhava para trás
e encontrava uma porção de degraus desgastados.
Ele culpou... culpou... e culpou...
E continuou culpando!
Culpava como um louco.
E buscava o topo.... o topo...
(E ele já estava no topo!)
O topo... o topo...
O TOPO!
E naquele desespero imenso
sentia-se o cheiro de incenso
misturado a dor.
Era uma flor.
Murcha...
Caída...
Cansada...
DE SACO CHEIO!!!
da escalada.

8 comentários:

hesseherre disse...

Lembre a ele que o TOPO GÍGIO fez um tremendo sucesso e depois sumiu, simplesmente sumiu do mapa....Ele tem olhos, ouvidos, massa cinzenta?...
Então tudo estará resolvido amiga minha.

N. Barcelli disse...

Uma escalada de saco cheio é muito penosa...
Gostei do teu poema.
Querida amiga Fátima, tem um bom Domingo.
Beijo.

Álvaro Lins disse...

Belo, mas sem esperança:)!
Bjo

Anônimo disse...

Didi, a escalada foi proveitosa, rendeu frutos, muitas vitórias.....
pena que nem todos tem olhos pra ver! Bom domingo, beijos a todos vcs e saudades!
Ana.

Poeta Insano disse...

Olá Fátima!

Muitas vezes, fazemos um esforço
desgastante para chegar no topo,
e quando lá chegamos podemos perceber que a maior beleza é poder olhar para baixo.
Bela poesia!

Um abraço!

Roy disse...

Acho que entendo, e assimilo...

Bjx

Roy

C. disse...

Oi florzinha,

tudo bem?

Aqui sempre inspiracao e beleza ;)

Desejo-te uma linda quinta-feira!

A.S. disse...

Fátima,

Uma rosa no chão... destroçada, inútil, sem cheiro como um perfume aberto há muito tempo!


Beijos, querida!
AL