contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Fantasmas


Você sai
e deixa sombras
que assombram!
Acordam a madrugada.
Tem formas densas,
tão pesadas...
Nem são brancas!
São escuras...
Como escuro é seu viver.
São tão apressadas...
Como apressa seus passos por querer.
Amordaçam!
Não deixam que o ar passe...
Oprimem!
E mesmo fechando todas as frestas...
Deprimem!

6 comentários:

Amanda disse...

Olhaa,gostei do poema.
Muito legal!
Beijos

Miguel disse...

"Sombras que assombram.."

Alguns dos nossos anseios mesmo que fechemos as frestas continuam a nos deprimir.

Verdadeiras palavras, até minha amiga.

hesseherre disse...

V. fala-nos de mel mas não menciona as abelhas, fala-nos de alturas e nãO fala-nos de vertigens, chora mas não diz se tem lenço....
Não seria melhor dar nome às vacas, digo, aos bois?
Explicita as tuas dores para que te possamos ajudar...ou gostas mais destes biscoitos de nuvens?!

Fátima disse...

Não vou responder!
(Rs. rs...)
Estas sombras não são minhas...
mas assombram.
Algumas sombras, mesmo não sendo exatamente nossas, sombreiam a gente.
Mas tudo bem!
Amanheceu sol,
está quente.
Hoje é sexta-feira, dia de cerveja.
A vida é bela!
Bom final de semana a todos.
Com carinho
e uma flor
rosa
de
Fátima

hesseherre disse...

....e eu continuo em crtos blogues a Não conseguir comentar com meu endereço de blogue...é incrível

Fátima disse...

Depois de fazer o login e colocar a senha, desmarque a caixa "manter sessão iniciada" e depois, só depois, inicie a sessão.
A e M inha que me ensinou, deu certo!
Viva a MMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM...
Faça isso!
Tente!
Bom final de semana a todos.
Com carinho
Fátima