contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

segunda-feira, 25 de junho de 2007

Tonta e louca estória

Não sou tonta e nem louca.
Posso sim, ser um pouco diferente.
Por ser inteira, totalmente verdadeira.
Pode ser!
Tento apagar tristes pegadas.
Procuro atalhos pra sair da solidão.
E porque não?
Abafo meu soluço, minha dor.
Em loucos poemas, versos de amor.
Queria não mais me arranhar.
Não mais me doer ou sofrer.
Envolvo-me então na loucura colorida.
Faço dela, minha própria vida.
Lambo meu rosto molhado.
De lágrimas, salgado.
Grito como louca, com minha voz rouca.
Quero crer no ser humano!
E com tal desengano, nada encontro.
Desaponto!
Queria sim, ser um ser normal.
Nada assim, louco ou desigual.
Queria ser um humano qualquer.
Queria ser uma simples mulher.
Mas, eu não consigo!
Eu sou todo abrigo.
Eu sou louca e muito tonta.
Viu? Eu sou contraditória.
Sou tonta e louca estória.

2 comentários:

Anônimo disse...

Sabes o que és?
Uma encantadora mulher.

Gataláxia disse...

Obrigada!