contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Flores das favelas


Se houvesse um fiel jardineiro.
No jardim das favelas haveriam flores:
As mais belas!
Mas os interesses são outros.
O adubo é desviado.

As mesmas flores que podem ser vistas
nos jardins das mansões do cerrado
Poderiam ser colhidas nos jardins das favelas.
Mas são açoitadas.

As flores tão sonhadas
Acabam, apenas, um sonho sendo.
A esperança de uma roseira florida vai morrendo
À medida que novos escândalos surgem.
Corrupção!
Os sonhos ficam resumidos a um simples botão:
Pequenino e machucado.

Açoitado por todos os lados
Pede socorro como pode.
Luta, mas cai ao chão
Junto às migalhas de pão.

Limitações financeiras?
Irresponsabilidade do Estado!
Nos jardins da casta de privilegiados...
Roseiras crescem carregadas.

Eles não se importam com flores
submersas na agrura.
Para que perder tempo com essa cultura?

5 comentários:

Fátima disse...

Escrevi este poema- resposta
ao poema " Não há flores nas favelas do Rio " do poeta Nilson.
Fiquei impressionada com o que ele escreveu, sinal que nosso querido País não anda bem lá fora.
Disse que quando diz que "não há flores nas favelas do RJ", isso não quer dizer que as pessoas são más. São iguais às outras, só que o ambiente social em que aqueles milhares de pessoas são obrigados a viver é uma violência para eles próprios. E as flores que lá não há, de um modo geral, são as condições básicas para uma qualidade de vida mínima: o pão, a habitação e a educação. E sozinhos eles nunca mais vão conseguir isso. O Estado tem grandes responsabilidades, muito embora existam limitações financeiras. Mas que se vão desvanecendo à medida que a economia prospera e o petróleo é explorado em quantidades cada vez maiores.
Assim somos vistos lá fora.
Triste...
Muito triste!

Mustafa Şenalp disse...

Çok güzel site. :)

Fátima disse...

شكرا

Melanie Brown disse...

Verdade!Só falta mesmo um jardineiro fiel... Um daqueles bem Ralph Fiennes rs, mais um lindo poema!! :D

Tu és muito especial menina!!Tem um selo no meu blog pra ti!!

Valter Montani disse...

as pessoas estão preocupadas apenas em sobreviver e esquecem de viver.
Apreciar as flores é uma maneira salutar de enxergar a maravilha da existência e abrir os olhos e os corações para conjugar o verbo amar. bjs