contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

quarta-feira, 25 de maio de 2011

O gigante e a flor



Fizeram poemas de seus medos.
E ela não fez segredo de sua dor.
Transpuseram o oceano tão distante...
Ele era um gigante, ela era uma flor.

Não houve encontro, nenhuma paragem.
Nem houve tempestade nesse transpor.
Quando uma nuvem escura surgia...
o gigante emergia e salvava a flor.

Quando o mar batia contra os rochedos,
ele suprimia seus medos, não havia terror.
Ele dava formas tão interessantes à vida...
Que, das coisas de Deus, parecia escultor.

Ninguém soube exatamente quem era,
ninguém avaliou de seus dentes a cor.
Souberam, apenas, que de um lugar distante ...
existiu um gigante que cativou uma flor.

13 comentários:

M. disse...

O primeiro verso é genial. É muito isso mesmo.

Muito bom o tema e seu desenvolvimento...

hesseherre disse...

Cada vez mais forte, mais incisiva, mais segura, acaba sendo épica; atrai a atenção, espalha esperanças, doa sentimentos bons, és a flor e o mundo um gigante. Que te proteja sempre.

C. disse...

Às vezes aparecem gigantes assim na nossa vida, com potencial de nos transformar em coisas belas. Já outras vezes aparecem monstros também, que desconhecendo a flor, só semeiam espinhos.... belo texto Mara!

ONG ALERTA disse...

O gigante busca o belo...
Beijo Lisette.

Anônimo disse...

Didi saudades de vcs!!!!!!!!!!!!!!!
Gostei do gigante.... muito bom!
Beijos,
Ana.

A. Jorge disse...

Excelente poema. Muito bonito mesmo!

Beijos

Jorge

rouxinol de Bernardim disse...

Você vai crescendo, crescendo, será que se vai agigantando intelectualmente?

A gente vai meditando, meditando, e parece que há uma levedura dentro de si...

Poeta Insano disse...

Olá!
O Gigante e a flor...
As diferenças, a sensibilidade e
a força unidas, uma beleza descrita em versos.
Indiferente do que ou quem somos,
sempre temos algo a acrescentar,
e sempre seremos surpreendidos
com a presença de alguém.
Um abraço!

Álvaro Lins disse...

Excelente poema. Harmonioso e com muita força.
Bjo

Rosinha disse...

Gostei muito amiga, é lindo, beijinhos grandes !!!

Anônimo disse...

Quase camoniano, Fátima...mas ao contrário do gigante Adamastor que provocava o terror...este é solidário...e salvador...
Continue a esculpir versos... no mar dos seus sonhos...pois está na rota certa para não naufragar...

Beijo

afonso rocha

Miguel disse...

"existiu um gigante que cativou uma flor."

Fátima, linda poesia, até um gigante pode ter uma alma maravilhosa.

Bj minha amiga, até outras vezes.

Nilson Barcelli disse...

Considero o teu poema brilhante.
E um dos teus melhores...
Querida amiga Fátima, boa semana.
Beijos.