contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

domingo, 21 de outubro de 2007

Aguardem-me!

Das delícias da carne me desprendo.
Juro, eu me rendo!
Levanto vôo bem distante.
... Voarei por outros mares.
Conhecerei outros lugares.
Você fica!
Ganhe todo o dinheiro possível, do seu mundo.
E quando chegar a hora de ir embora...
Respire fundo.
Verá que não levou nada!
Será transformado, por certo, em um terreno deserto.
E quem sabe, em um lugar incerto...
Uma vela!
Todos os orifícios...
Tapados!
Nem, isso, adiantou ter preservado.
Como consolador, na lapela- uma flor.
Coroas mil!
Será pó, neste céu de anil.
Da vida, meu amigo, você não levará nada!
Apenas a vontade de ter sido
E será tarde, porque já terá ido.
Eu já fui, estou indo!
... Apenas em uma bela viagem.
Chega de sacanagem!

Calma, eu volto.
Aguardem- me, aqui!

2 comentários:

Anônimo disse...

Ai que horror ... mas a verdade é essa mesmo. Nào se leva nada dessa vida. Quando vc chega, lindinha? Beijos!!!!

Gataláxia disse...

Chegarei antes do anoitecer.
De repente, ao entardecer.
Desde que eu não enlouqueça e o transporte aéreo deixe eu ir aí, pra ver vocês! Gostou?
Beijos viajantes.