contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Ser poeta

A poesia é algo estranho.
Ela surge, não tem tamanho.
É na estrofe, é no verso...
Que o poeta mostra, todo o reverso.

Tem rimas ricas e rimas pobres.
O poeta usa palavras, nada encobre!
Fala de angústias e de suas loucuras.
De sua alegria e de sua ternura.

E neste enlevo do escrever.
Grita devaneios do seu querer.
Angústias que vem e que vão embora.
Ser poeta é nada mais ser: A alma toda...
Toda de fora.

( Minha visão sobre poetar )

4 comentários:

Anônimo disse...

Adorei. Muito lindo o texto. Vc é uma poeta mesmo.... quando crescer quero ser que nem vc. Beijos e saudades, Ana.

Gataláxia disse...

Tomara!
Bjs da Fatelindaláxia.

Anônimo disse...

Saudades,saudades,um ano que nos conhecemos.Se lembra de mim? Beijos da Sônia

Gataláxia disse...

As pessoas que passam por mim não vão só, nem me deixam só, são estrelas, como diria Exupery.E,eu tenho estrelas como ninguém.Você é uma delas! Claro que, eu não a esqueci. Beijos a todos daí. Saudades!