contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Ímpar perfeito

E bem antes de tudo isto, alguém já dizia.
Que na divisão se perdia.
A diferença é feita mediante opostos.
Sei lá se atraem ou distraem.
Digamos que o querer de uma união

causa divisão ou subtrai.
Talvez este querer ser par é que complica.
A matemática explica tamanha imperfeição.
O ser ímpar é que impõe esta questão.
Perfeito!

O par, supostamente perfeito,
deveria ser ímpar e nunca par.
Com todo o respeito eu diria Ímpar Perfeito!
Com o indivisível que se tem direito.
O ímpar impondo limites à divisão por dois.
Mas, também, o ímpar é estranho.
Por que se nove fosse o nosso tamanho
Poderíamos ser divididos não por dois,
mas por um, menos um, por nós mesmos e por três ou menos três. Então, nem mais nem menos!
Mais uma vez eu mudo o esquema, mudo o rumo do poema. Já que estamos insatisfeitos...
Que tal não designarmos um casal de
Par imperfeito, nem Ímpar perfeito?
Que tal primos perfeitos?
Com todo o indivisível que se tem direito.
Ou pelo divisível que merece respeito...
Por ele mesmo e por um
(ou por - 1 ou por - seu oposto).
Casal primo!
Claro... claro!
Faz sentido, pense comigo:
Se o número ímpar inteiro é primo...
Ímpar inteiro!
Este é o casal verdadeiro:

Ímpar!


E, não diga: Par!
Por favor, é sério! Não estou jogando.

4 comentários:

Anônimo disse...

Esse vc bateu todos os records de maluquice, Didi............ foi profundo demais!!!!!!!!!!!!!!!!
Beijos.... ah, quando a Carô vier, vêm vc tb.... Ana.

Gataláxia disse...

Vou pensar!
Tem que me badalar... passear comigo... A Antonia fazer as comidas que eu gosto, mostrar o " Bené "... Sabe como é, né?
Depende... depende...

Anônimo disse...

Muito bom este poema, mas para ser melhor entendido, só estando munido de uma calculadora.
Mário Codó

Philipe disse...

Gostei mt do blog, continue escrevendo pois esta e a chave para o futuro as respostas virao em força de letras
Parabens

Meu Blog : Blog Do Philipe











Parabens pelo poema