contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Racional irracional

Se contasse ninguém acreditaria!
Que ela havia sido mordida
porque havia mordido o cachorro.
Ela era louca!

A orelha cartilaginosa,
mais um apêndice na pétala rosa,
estraçalhada!

O irracional racional zangado.
O racional irracional suturado.
Babavam... lado a lado!

Au au au
Auuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

9 comentários:

C. disse...

Que "briga" das boas essa!!! lol!

Fátima disse...

O pior é que... foi!
Mas, sem problemas, os dois estão em observação. Rs Rs
O escrito pode não ser profundo, mas o corte na orelha...
Uma latida para os que não gostarem e uma lambida nas mãos e uma abanada de "rabo" , em forma de afago, para os que entenderem o desabafo.
Com carinho
auuuuuuuuuuuuuuuuu

hesseherre disse...

Espera só o Rafeiro Perfumado chegar aqui...kkkkk
Esta poesia sangrenta e incisiva sobre uma briga de caninos está boa pra cachorro...

Beijos rosnados

Roy Frenkiel disse...

Grande Maralaxia dos bons versos!

bjx

RF

Nilson Barcelli disse...

Morder o cachorro é notícia...
Poema louco, pois claro... mas gostei... au... au... au...
Boa semana, querida amiga.
Beijos mordidos...

Rafeiro Perfumado disse...

Quem mordeu primeiro? Tu? então a reacção dele foi em legítima defesa! Tenho dito!

Anônimo disse...

Vai ser doida lá longe hein fofinha? Latidos pra vc!!!!!!!!!
Beijos,
Ana.

afonso rocha disse...

Bem feito...para ela!!!!
Coitado...do cachorro!!!!
No more coments...

afonso rocha

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

gosteu do drama no contexto do tema