contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

domingo, 1 de julho de 2007

Lobisomem

E o lobo interno despertou.
E em lobisomem, um homem se transformou.
Faminto como tal em sentimentos.
Cruel, rude, irônico e escarnecedor.
Vangloriando-se, da angústia ser um catalisador.
E uma mulher ele observa, alimenta e devora.
Antes da lua cheia, ir embora.
Rapta-a, como um gato ao rato.
E louco, a arrasta pro mato.
E com os dentes saltados...
Extremamente feios e afiados.
Despe-a, na beira de um imaginário lago.
Rasga sua roupa inteira, sob a lua cheia.
Com jeito trocista e egoísta.
Mesmo no silêncio, uiva com desdém.
Mesmo ausente, machuca como ninguém!
Seu escarnir é pra ouvir da mulher, um gemido.
Sem dó menor ou sustenido.
Pura licantropia!
Loucura perdida em egoística alegria.
A bela mulher, ele ludibria e acaricia.
E da inocência dela, zomba e se delicia.
É a lua cheia um lobo iluminando.
É um lobo, de uma atraente mulher zombando.
É um homem que pensa que tudo pode.
E que sarcásticamente tudo quer!
É um licantropo, é um lobo, é um bobo!
Que pensa que engana uma mulher.

4 comentários:

Anônimo disse...

Belas e interessantes mulheres, que se deixam atrair e acariciar por lobos, só existem em contos de fada. Tadinho do lobo, que pensa que está zombando da tal atraente mulher... Nessa floresta também, habita a vovozinha e a netinha depravada?

Gataláxia disse...

Nesta floresta habitam seres humanos, que por motivos quaisquer sofreram alguns desenganos. Mais nada! Obrigada pela presença.
Maraláxia

علي اصغر لطفعلي disse...

Você porta (saayt) eu mensagem permitiu.
http://mavara-tabie.blogspot.com
Palavra de cultura enlata conotações temem.
Tudo sobre Deus e completamente criaturas que ele é.
Contente que (saayt) eu inspeção se tornou.
Eu o ser humano de seres inteiro e forca de amigo de animal.

Gataláxia disse...

Obrigada pela visita!
Pena que eu não tenha conseguido ler "tudo" que você escreveu em seu blog.
Mas, parabéns por gostar e ser amigo dos animais.
Maralobisomem.