contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

terça-feira, 10 de julho de 2007

Minha resposta a Mário Quintana





















Meu querido Mário Quintana.
Sou simples mortal de Marapoama.
Mas, se eu pudesse a você igualar.
Se tivesse condições, iguais a você, de poetar.
E se Deus assim, permitisse.
Exporia meu jardim, cheio de flores e de tolices.
Se eu pudesse...
Eu lhe responderia em forma de prece.

Cuido do meu jardim, não para borboletas atrair.
Mas, para ver as flores, por mim plantadas, florir.
Lógico, que as belas flores, borboletas atraem.
Mas, as borboletas, às suas flores não traem.

Cuido do meu jardim.
Cuido da semeadura e da adubagem.
Eu planto, eu rego e às vezes faço bobagem.
Ontem mesmo, contratei um jardineiro pra podagem.
Podou exageradamente uma árvore, e derrubou um ninho.
Ouvi o triste cantar de um passarinho.
Já era tarde.

4 comentários:

Anônimo disse...

Mataram su passarinho? Não fica triste, arrumo outro para você.
Brincando estou, se marioQ. estivesse aqui e conhecesse você,tocaria sua mão e beijaria sua face.

Gataláxia disse...

Obrigada, pelas ternas palavras escritas.
Com carinho da Maraláxia

Anônimo disse...

Lindinha, mataram seu passarinho? Que pena... vc nao deve ter explicado direito pra ele que era so pra podar a arvore,ne? Como sempre... Ana.

Gataláxia disse...

Vou explicar.
Em poemas ou poesias,
ou mesmo no meu dia a dia...
Eu faço uso de metáforas, metonímias... etc,etc.
Não,não mataram meu "passarinho".
Bjs de alpiste pra você!

12 de Julho de 2007