contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

quarta-feira, 30 de maio de 2007

Minha luz

Nas horas de agonia é que a gente se sente amparada ou realmente só.
E por vezes, quem a gente mais gostaria que estivesse ao nosso lado não está ou nunca esteve. Triste... e por mais que eu procure entender, não consigo!
Bendigo a minha tardia rebeldia.
Desta vez não arredarei o pé daqui. Ou não terei coragem de olhar-me.
Dane-se minha fantasiosa e enganosa vida.
Estou em um restante de luz neste espaço, onde realmente vale a pena existir.
Eu sou nada. Sou um pequeno astro, iluminado por estas fantásticas estrelas capazes de emitir as mais nobres luzes.
Gravito em torno delas, porque me aquecem de uma forma muito terna.
Emitância luminosa, energética. Eloqüente, e até engraçada.
Aliás, aquecem a todos que delas se aproximam. Como não amá-las, ou até mesmo supor que alguém possa ser indiferente diante de tamanha bondade e ternura?
Dá pra crer nisso? Não... eu não creio!
Temos o que pouco ser humano tem ou teve.
Orgulhamo-nos da nossa nobre origem. A mais pobre - a mais RICA!
Raros casos estes, não que não existam. Mas, nós fomos agraciados ao vivenciarmos a mais nobre estória de amor e doação.
Não sou nada, sou muito pouco diante delas. Quero estar aqui pra ver se consigo um pouco mais. Recarregar minha alma, meu espírito pra poder continuar.
Quem sabe, um dia, eu possa também ser uma pequena lição de amor. Uma fagulha de luz pelo menos.
É aqui que encontro luz em plenitude, é aqui que encontro paz. Não suporto sequer imaginar este explodir de estrelas, a destruição deste castelo estelar, onde estão os nossos maiores valores. Os melhores sonhos!
O que aprendi, vivi e vejo aqui é muito forte.
É aqui que estou e é aqui que, desta vez, eu deverei estar.
E estarei!

Salmos138,13 - "Porque tu possuíste os meus afetos; recebestes-me desde o ventre de minha mãe.”

5 comentários:

Anônimo disse...

Tia, entendo exatamente o que vc quis dizer... queria estar mais perto para receber tb um pouco desse amor... pena que nem todos que estão perto queiram de coração compartilhar o fim da vida dos nossos anjos... que pena!!! Beijos, Ana.

Anônimo disse...

Realmente!... Quem nos dera sermos apenas uma fagulha diante de tanta Luz! Mas somos seres privilegiados, porque fomos iluminados por essas Estrelas que agora definham e que ainda emitem raios mesmo quando algo bem maior que Elas insiste em Lhes ofuscar...
Sorte a nossa... e talvez um pouco de egoísmo também, não sei.
No mais, faço minhas as palavras da Ana.

Beijos, fique com Deus! Rena.

Anônimo disse...

A casa,
o céu,
o jardim do fundo,
o cheiro quente do horizonte.
O espelho pendurado que
mostra o cotidiano rico no simples:
a Tia que cuida das Tias...
que dormem nas novelas,
conversam com todos,
não se cansam.
E anunciam o almoço...
O tempo parado
na juventude contemplativa.
Momentos que o presente é tão eterno que tornam o amanhã inexistente.

Paulo Miau, homenagem aos "nossos anjos", como disse Ana.

Anônimo disse...

Minha querida amiga voce é sim uma estrela...p/ mim... e com certeza herdou isso das lindas e queridas mulheres daquela casa maravilhosa de Marapoãma,lugar em que eu tbém encontro o amor do mais nobre e paz.Amo muito vc e força,elas precisam da sua alegria.Bj Lis

Gataláxia disse...

Obrigada pelo carinho de todos vocês.Bjs meus.