contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Minhas meninas


Tudo foge a minha existência
Quando estou longe de vocês.
Carência, talvez!
Hoje sou um fio delgado.
Fonte de dor constante.
Sinto falta de vocês!
E antes que apareçam,
sei que haverá uma partida
Nova vinda...
Nova ida...
Quero vocês comigo.
Aqui, no nosso abrigo!
Deveria renunciar aos meus instintos?
Tem algo superior, bem maior que a minha vontade.
E eu respiro...
E, assim, a tristeza expiro.
Antes ela brinca comigo, inquieta destrói.
E eu passo por estes quartos vazios...
e, como, dói!

3 comentários:

Anônimo disse...

Ai que triste, Didi... vc já percebeu que sempre que vc está aí sozinha vc escreve mais? A tristeza é sua maior fonte de inspiração!!!! Talvez a saudade tb...
Deve ser duro mesmo perceber que a vida leva cada um pra um lado. Mas elas estão felizes onde estão!
Beijos, Ana.

Gataláxia disse...

Saudades mesmo!
Um beijo, com carinho.
Didi de FátimALONE

Luís Coelho disse...

Agradeço a visita ao «lidacoelho»
Conforme sua informação aqui estou a ver que esta dor é comum de muitos.
Deveria ser de todos.
Infelizmente muitos pais abandonam os filhos à sua sorte.
Quando os criamos com tudo e tudo lhes damos não conseguimos separar-nos. Ainda que vão para longe nós continuamos a seguir as sua sombras na ânsia de as reter.