contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

Meu ninho vazio e triste.
Fugi!
Voei para o ninho de onde saí, mas que nunca foi desfeito.
Sempre voltei e ainda volto.
Não sei o que farei sem ele ou sem essa passarada.
É pra cá que fujo sempre, é o meu verdadeiro ninho.
Acho mesmo que nunca saí dele, que nem saí do ovo desta passarada.
Quero mesmo é viver nesta ninhada.
Fui à igreja e, na missa, sentei-me ao lado de uma senhora tão doce, pareceu minha mãe. Na hora do pai nosso, onde as pessoas erguem as mãos, dei-lhe minha mão como fazia com minha mãe, ela envolveu a minha com doçura e fiquei muito emocionada, comecei a chorar.Pensei nas minhas saídas deste ninho. Saudades!
Pensei na última saída minha.
Minha mãe muito doente e eu fui pra Brasília a trabalho. Ela ficou perguntando por mim incessantemente.
Quando cheguei, algumas horas antes ela havia voado pra sempre. Se existe céu, claro! Foi pra lá que ela foi.
Mães só voam pro céu.
E ela era todo céu... engraçada,falante, doce, meiga e brava também, atrapalhada as vezes.
Céu também é assim, meio atrapalhado.
Ela era céu.
Mas deixou-nos parte deste seu céu, dois dos seus melhores anjos a tia Anália e a tia Linda. Graças a Deus.
É pra cá que eu venho sempre!Fujo para este verdadeiro ninho de amor que nunca foi desfeito. Não sei o que faria sem ele.

3 comentários:

Anônimo disse...

Gostei muito, principalmente da Maria no formol e das nossas idas à praia, das farras. Vc tb é muito querida, mora no meu coração. Um beijo da escolhida do seu irmão... hahahahahahahaha... o Lindo agora tá trocando pneu do Palio. Beijos e parabéns, Rose rosinha.

Anônimo disse...

Tia, a poesia do ninho vazio e triste é a mais linda do blog. Me identifico com ela,sinto o mesmo com relação ao meu ninho tb, de onde nunca saí... beijos, adoro o que vc escreve, Ana.

Ana Carolina disse...

Mãe, é impressionante como a senhora ainda consegue me surpreender, emocionar...E me fazer dizer, mesmo que longe do ninho, que eu amo você! Por tudo o que vc é, pela pessoa inteligente, contraditória às vezes é verdade, mas linda!!! Por dentro e por fora! Nem li as outra poesias ainda, mas tenho certeza q esta é a mais bela, porque seu objeto é o mais belo: fala do mais alto amor e das pessoas que melhor sabem expressá-lo; quatro pedacinhos de puuro amor (Não se esqueça de sua irmã!!!).
Um bjo, parabéns pelo blog!
Carorô