contador

Hits Since February 12, 2007!

Free Hit Counter by Pliner.Net

Tradutor

Seguidores

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2007


Às vezes eu penso que o sol está fazendo graça.
Parece brincar com a gente.
Às vezes aparece de forma tímida.
Fico feliz ao vê-lo.
Mas rapidamente se esconde.
Tenho a impressão que até ele sente tantas mudanças humanas.
Climáticas.
Por isso se ausenta.
Glamuroso como é. Que pena!
Sinto que também ele sente-se sombrio, entre as nuvens.
Não é possível que esteja bem.
Tenho pena do sol.
Ele tem tanta luz.
Brilha, ilumina por onde passa.
Passa fazendo graça.
Dá vida!
Sei que não posso chegar até ele, mas gostaria de afastar tantas nuvens sombrias que o encobre.
É preciso vê-lo. Sem ele nada tem graça, o solo e as flores reclamam.
Eu reclamo!
Poderia aparecer, nem se fosse só um pouquinho- “aquele calorzinho".
Só pra gente esquecer da chuva, aquecer!
Ou pelo menos lembrar dele, difícil esquecê-lo!
Às vezes penso que, ele não está triste com as nuvens que o envolve.
Penso que ele está fazendo é graça.
Aparece um pouquinho, depois some devagarzinho.
Sabe?
Às vezes ele também aparece de repente, depois some.
Acho que é graça.
Ele sabe que é poderoso, sabe que ilumina e dá vida.
Faz graça!
Não culparei as nuvens não. Nem ele.
Motivos sempre existem.
Quem sabe o “tempo”?
Nossa!
Quantas buscas e questionamentos.
Não sei...
Sinto falta de meu sol e você?

Um comentário:

Gataláxia disse...

Este sol é de Maraláxia.
Olhe, não é lindo?